Facebook Linkedin

Indústria dos Materiais de Construção recua 0,7% em relação a janeiro de 2017

A Edição de janeiro do Índice ABRAMAT apresenta queda de 0,7% no faturamento deflacionado das indústrias do setor, comparado com janeiro de 2017.

Com relação aos empregos na indústria de materiais, janeiro teve queda de 3,7% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Na comparação com o mês dezembro, a queda foi de 0,6%.

TOTAL

% de janeiro/18 comparado a dezembro/17

% de janeiro/18 comparado a janeiro/17

Acumulado no ano

Acumulado 12 meses (Móvel)

Faturamento Deflacionado

-0,1%

-0,7%

-0,7%

-3,1%

Emprego

-0,6%

-3,7%

-3,7%

-5,1%



De acordo com a entidade, mesmo havendo queda em janeiro em relação ao mesmo mês do ano passado, esta queda foi menor que a de dezembro na mesma base de comparação, e não altera a projeção para 2018, que é de crescimento de 1,5% em relação a 2017.

A ABRAMAT também espera que a recuperação do setor, já iniciada, será de forma lenta e mais forte no varejo de materiais neste ano. A demanda do segmento de construção imobiliária deverá se intensificar no médio prazo, a partir do segundo semestre.